segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Cochi, Cochin ou Kochi - Kerala, Índia

Cochi é a maior cidade do estado de Kerala na Índia. É um importante Porto e centro de comércio de especiarias, foi colonizada pelos Portugueses e se tornou em 1503 assentamento colonial europeu na Índia. Permaneceu como capital da Índia Portuguesa até 1530 quando a capital passou a ser Goa.




Nossa primeira tarefa seria tirar o visto indiano. O Consulado da Índia de São Paulo fica na Avenida Paulista e as taxas de visto variam de acordo com o tempo de validade do mesmo. As duas visitas que fizemos ao Consulado deixaram uma grande impressão de desorganização. 

Quando estávamos descemos do navio vimos uma plaquinha onde mostrava risco alto de ataque terrorista. Ataque terrorista em Cochi na India? Nem entendi bem o motivo mas achei divertido. 



Não tínhamos contratado nenhum guia com antecedência. Queríamos contratar alguem ali no porto mesmo, para negociar um valor melhor e ter uma experiência mais autêntica. Assim que descemos do navio percebemos um aglomerado de Tuc Tucs, carros, taxis e todo tipo de serviço ao turista mas de uma forma bastante bagunçada. 




Bom, estamos na Índia afinal. Começamos a negociar e fechamos 4 horas de city tour no Tuc Tuc por 20 dólares (mas no final do passeio acabamos pagando 60 dólares devido a termos ficado com o motorista o dia todo e ele ter pago algumas de nossas despesas em moeda local).




Para sair do porto já percebemos como tudo era diferente do que estávamos acostumados a ver. Os policias são fortemente armados e a diferença cultural é enorme. Nosso guia falava um inglês indiano e com alguma dificuldade conseguimos nos comunicar.



Começamos o dia fazendo um city tour na parte antiga da cidade, onde ficam a vila dos pescadores que usam as redes chinesas, talvez um dos principais cartões postais de Cochin.




Visitamos também a praia e as igrejas portuguesas inclusive a igreja de São Francisco onde foi enterrado Vasco da Gama.




Seguimos para a lavanderia. Lavanderia? Que city tour é esse que nos leva em uma lavanderia (risos). 





Lá fomos nós e quando chegamos entendi o motivo de estarmos ali. Nunca tinha visto nada igual. Acho que foi nesse minuto que a ficha caiu, estou na Índia e estou amando. 





As pessoas das castas mais baixas lavam a roupa das pessoas de castas mais altas. O processo é totalmente manual e as roupas depois de (muito bem) lavadas e secas são passadas com um ferro alimentado por carvão.





Chegou o momento em que sentimos sede. O navio tinha informado na noite anterior para não beber e não comer nada em terra mas isso seria impossível não é verdade. Como estar em uma cidade tão diferente da nossa e não provar nada típico?


Começamos nos arriscando com uma garrafa de agua muito bem lacrada é claro e mais tarde acabamos cedendo a tentações de doces típicos.





Depois de nosso passeio na parte antiga da cidade nosso guia e motorista do Tuc Tuc nos levou a parte nova. Uma outra cidade, com prédios e muito comércios.




Passamos o resto do dia explorando outros bairros e o interior da cidade foi quando eu perguntei para o guia e sobre os elefantes? Ele disse "elefant"? Eu disse sim elefant! Depois de 40 minutos consultando pessoas na rua e cada um dizendo elefant e movimento as cabeças lateralmente (apenas como os indianos são capazes de fazer) chegamos em um Templo Hindu. 




Lotado de pessoas descalças, homens sem camisa usando apena aquela vestimenta tipica na parte de baixo do corpo, o chão enlamado e muito elefantes. 




Acho que eram uns 20 elefantes. Começamos a tirar fotos e mais fotos e minha empolgação por estar na Índia foi aumentando.




De repente nosso guia me pergunta: você quer subir no elefante? Nem pensei na resposta e 3 minutos depois tinham 3 Indianos me empurrando para subir no elefante.





No fundo foi engraçado mas muito divertido. Apesar deles estarem acorrentados não vi nenhum sinal de maltrato, pelo contrario, vi eles sendo bem alimentados e recebendo carinho.




Acho que o motivo das correntes é para evitar que eles corram pela cidade e pisem ou machuquem todo mundo. Outro fato que me chamou a atenção é que todos os elefantes estavam com o marfim intacto.




Passeamos um pouco por esse bairro e voltamos ao navio loucos para passar as fotos para o computador e poder relembrar cada minuto dessa cidade muito diferente de tudo que já tínhamos visto. 




Saí da India com muita vontade de voltar e conhecer mais deste país fantástico. Quem sabe da próxima viagem visito Mumbai e Nova Delhi.

2 comentários:

  1. oh...realmente meus olhos ficaram maravilhados ao ver as fotos..amo a india..a foto que mais me impressionou foi a passadeira de roupas, quanto capricho!!! hehehe é uma fofa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, realmente é muito bonito. Gostaria muito de conhecer outras cidades na India. Quem sabe um dia.

      Excluir